Para conquistar a carreira dos sonhos, como é a de comissário de voo para muitas pessoas, é preciso planejar, planejamento que se iniciará desde os estudos durante o curso na escola de aviação. As dificuldades para ser bem-sucedido em um processo de construção de carreira são grandes, mas com um bom planejamento e uma estratégia bem desenhada os degraus que terá que percorrer certamente serão menos íngremes.

De acordo com Marcia Avelar especialista em carreira e recursos humanos, o sucesso vai depender de quanta energia você vai colocar nele.

O candidato precisa entender bem o que busca para que esse emprego contribua para sua carreira. Quando se é jovem, e se está começando no mercado de trabalho, o candidato tem poucas pistas de para onde ir, por onde começar. A chave está em passos simples, mas bem pensados. É preciso se planejar, criar estratégias, partir para a ação com conhecimento.

1 – Planejar seus estudos: Matricule-se no curso de comissário de voo que é necessário para seguir em frente com seu sonho, a Escola Master de Aviação está a 29 anos atuando na formação de comissários e certamente irá te proporcionar uma excelente experiência durante este processo de certificação.

2 – Planeje onde quer estar: Inserir-se no mercado de trabalho é algo que começa muito antes de entrar em uma empresa. É preciso se inteirar sobre as companhias aéreas, ter contato com profissionais da área, compartilhar experiências, saber para onde o mercado está indo. Isso, inclusive, te possibilitará iniciar o famoso networking. Conhecer as empresas em que se quer estar, e seu mercado, é algo que te abrirá portas. Além disso, esse domínio de informação será valioso na hora das entrevistas. Mantenha seu currículo atualizado no LinkedIn, não é um passo tão complexo quanto parece.

3 – Metas: O início da carreia pode parecer difícil, mas o olhar deve se voltar à oportunidade, e não à insegurança. Assim, lembre-se que com um passo de cada vez, se chega longe. Comece e mantenha o otimismo. Todas as pessoas bem-sucedidas passaram por isso. Estabeleça uma meta e trace seu caminho até ela, sem se deixar abater.

4 – Organize sua rede de contato: É importante começar a formação de uma rede de contatos interessante. Participe de grupos de discussão, leia artigos, interaja, crie laços. Pode ser com profissionais encontrados em suas pesquisas, com colegas de cursos, o importante é manter um diálogo aberto e fomentado. Portas se abrirão, e no fim do dia você terá conquistado mais conhecimento para usar em seu favor.

5 – Currículo: Esse é o ponto mais estratégico. É necessário cuidado com as informações, erros de português, dados incorretos e, o pior: mentiras para “encher o espaço”. Além disso, nem sempre apostar nos padrões é uma saída segura. Muitas vezes, ser criativo, dentro de certo limites, faz bem. A criatividade é muito valorizada dentro das empresas, mas o documento não pode deixar de informar o que o entrevistador precisa saber. Ser ousado é diferente de fazer algo que prejudique sua imagem. Tome cuidado. Mantenha-o sempre atualizado nos sites das empresas ou naqueles utilizados pelas empresas como o vagas.com. Não deixe seu cadastro inativo, esteja sempre acessando.

6 – Entrevistas: Após tudo que foi dito, com certeza você terá conteúdo para um bom diálogo em uma entrevista. É preciso mostrar iniciativa, conhecimento, chamar a atenção de maneira positiva. Claro que também não é preciso falar demais. A ansiedade é o maior opressor e faz com que muitas vezes a pessoa trave e não consiga se mostrar, deixando o recrutador com dúvidas. Erros comuns são comunicação indevida, muitas vezes falando errado, uso excessivo do gerúndio, gírias e vocabulários inadequados. Mesmo tendo conteúdo, o ideal é falar menos, mas com propriedade, devagar, pensar em possíveis exemplos, enfatizar os resultados. Assim, o diálogo ocorre claro.

 

Dê asas ao seu Futuro !!