Do mais simples ao mais delicado, muitas pessoas sofrem de algum tipo de problema de saúde. E dentre elas, algumas se deslocam entre cidades a bordo de voos nacionais ou internacionais. Algumas vezes, podem até passar mal durante um voo. Mas isso não é motivo para preocupação. Os comissários de bordo e aeromoças de todas as companhias aéreas recebem o preparo necessário para lidar com pessoas que possam sentir um mal-estar durante um voo.

No artigo de hoje veremos alguns dos problemas de saúde mais comuns de se manifestar durante as viagens aéreas, como os comissários devem agir e quais são as recomendações. Vamos começar pelos problemas de saúde mais comuns durante um voo:

Quais são os problemas de saúde mais comuns durante um voo?

Falta de oxigênio, crises respiratórias, enjoos e mais…

De acordo com o site rastreador de voos Flight Radar 24, somente no dia 29 de junho de 2018 foram registrados exatos 202.157 voos por todo o mundo. Esse foi o recorde desde o ano de 2006.

Em meio a um recorde mundial como esse, podemos imaginar o quanto deve ter sido exigido dos comissários de voo e aeromoças para lidar com diversos tipos de situação, inclusive alguns mal-estares, não é mesmo?

Mesmo algumas pessoas tendo algum tipo de problema de saúde, dificilmente eles se manifestam durante os voos comerciais, o que não significa que os profissionais não devam estar atentos a todo momento para auxiliar os passageiros caso algum tipo de problema se manifeste.

E os problemas mais comuns são relacionados à exaustão. Pessoas com problemas de circulação e as de idade mais elevada tendem a sentirem-se esgotadas mais depressa. Isso ocorre por conta da alteração do oxigênio e pressão nas aeronaves e isso pode despertar um enjoo, por exemplo.

Outro fator que pode causar um enjoo é uma forte turbulência. Assim como um barco que balança acaba causando algum enjoo em alguém a bordo, o movimento de uma aeronave ao passar por uma turbulência também pode afetar o bem-estar dos passageiros.

É importante que um comissário de bordo ou uma aeromoça saiba que uma pessoa que sofra de algum problema respiratório não irá necessariamente sofrer uma crise durante um voo. Para que isso não ocorra é importante que estas pessoas estejam bem hidratadas.

O que fazer quando um passageiro está passando mal?

O profissional já é bem orientado desde a sua formação enquanto se prepara para o exercício da atividade. Uma das principais recomendações é que procure identificar entre os passageiros algum profissional de saúde ou médico. Esta pessoa poderá auxiliar a identificar de forma mais precisa qual o problema do passageiro.

Sempre que alguém passar mal o piloto deve ser informado imediatamente e, após a pessoa ser atendida por um profissional de saúde, o piloto deve ser informado novamente sobre o estado do passageiro. Todas as informações serão úteis para a tomada de decisão de um pouso no aeroporto mais próximo ou se é possível seguir viagem. Caso não seja possível o pouso quando necessário, o piloto pode reduzir a altitude da aeronave para melhorar a circulação de oxigênio em seu interior.

Como se preparar para situações adversas?

Obrigatoriamente todas as pessoas que prestam o exame da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) devem fazer o curso em uma escola para comissários homologada. Neste curso todos os alunos recebem o preparo necessário para o exercício da profissão. Meteorologia e legislação da aviação são alguns dos temas abordados quanto sobrevivência na selva é uma aula prática feita fora das instalações das escolas.

Para ter todos estes conhecimentos, é fundamental que procure por uma escola de preparação para comissários de bordo e aeromoças, pois como mencionamos, o curso é mandatório para a realização do exame da ANAC.

Como vimos no artigo de hoje você deve ter percebido o quão importante pode ser um comissário para a atenção com o bem-estar dos passageiros. Descobrimos também quais são os problemas mais comuns de se manifestar – ainda que com pouca frequência – e também as orientações.

E você futuro comissário ou futura aeromoça, aproveite o início de semestre e prepare-se para o mercado. Seja você também um profissional apto a encarar qualquer tipo de situação durante um voo com o curso para comissários de voo da Escola Master.