Com a finalidade de custear as refeições durante o horário de trabalho de seus funcionários, algumas empresas concedem o vale refeição. Essa concessão é considerada obrigatória somente quando estiver prevista no contrato de trabalho ou na convenção coletiva da categoria. No caso dos Comissário de Voo, não se fala em vale refeição, mas sim em Diárias de Alimentação.

As Diárias de Alimentação são previstas na convenção coletiva da categoria, e estabelece o seguinte:

As diárias de alimentação serão pagas sempre que o aeronauta estiver prestando serviço ou à disposição da empresa, no todo ou em parte, nos seguintes períodos:

1) Café da manhã, das 05:00 às 08:00 horas inclusive;

2) Almoço, das 11:00 às 13:00 horas inclusive;

3) Jantar, das 19:00 às 20:00 horas inclusive;

4) Ceia, entre 00:00 e 01:00 hora inclusive;

Atualmente o valor da diária nacional para cada uma das refeições está fixada em R$ 74,74 (setenta e quatro reais e setenta e quatro centavos), com exceção do café da manhã que equivale a 25% deste valor.

Aí você deve ser perguntar, Tá, mas quanto será o acumulado que irei receber a título de diária de alimentação em um período de uma mês? Obviamente, a resposta para esta pergunta dependerá de sua escala de voo ao longo deste mês, então vamos considerar a escala de programação abaixo como exemplo.

Com certeza o valor que os Comissários de Voo recebem das empresas para custear sua alimentação é bem maior se comparado aos demais setores profissionais que recebem através de Programas de Alimentação ao Trabalhador girando em torno 507,54 por mês na cidade de São Paulo.

Lembrando ainda que as Diárias de Alimentação não fazem parte do salário do Comissário de Voo, como também não podem sofrer qualquer tipo de desconto. Quer saber um pouco sobre o salário do Comissário de Voo? Acesse o link: http://emaster.com.br/a-remuneracao-do-comissario-de-voo/